Via Sacra da Rocinha: arte e resistência na favela
MOSTRA COMPETITIVA

Via Sacra da Rocinha: arte e resistência na favela

Cartaz do filme Via Sacra da Rocinha: arte e resistência na favela

Via Sacra da Rocinha: arte e resistência na favela

Cleber Araujo,
26', Rio de Janeiro/RJ, 2019

Entre os anos de 2017 e 2018 a Rocinha foi destaque nos noticiários e manchetes que colocaram em pauta a disputa territorial pelo controle do tráfico numa das maiores favelas da América Latina. Foi nesse cenário que a Via Sacra da Rocinha chegou a sua 26º edição com a proposta de denunciar as diversas formas de violência vivenciadas pelos favelados, tendo como questão central os problemas que afetam a rotina da cidade carioca, sobretudo, as periferias. O documentário “Via Sacra da Rocinha: arte e resistência na favela” vem mostrar a história desse espetáculo teatral de rua que contextualiza temas relevantes da contemporaneidade e o processo de criação que resultou na expressiva encenação de 2018, reafirmando a arte como contraponto a violência.

Direção: Cleber Araujo

Montagem: Fabiana Melo Sousa

Direção de Fotografia: Robson Melo

Som: Leandro Lima e Pedro CoelhoDireção executiva: Gustavo Westmann