Manifesto O Palco é a Rua – A Música nos Espaços Populares
MOSTRA COMPETITIVA

Manifesto O Palco é a Rua – A Música nos Espaços Populares

Cartaz do filme Manifesto O Palco é a Rua – A Música nos Espaços Populares

Manifesto O Palco é a Rua – A Música nos Espaços Populares

Guilherme Patriota e Laura Sousa,
20', Recife/PE, 2021

Este manifesto traz ao centro as vozes daqueles que habitam as regiões centrais e periféricas das cidades, ruas, praças, parques, transportes coletivos, feiras e demais espaços populares, trazendo música, interação e performance para os transeuntes no Estado de Pernambuco.

Muitas vezes marginalizados, os músicos e musicistas das ruas, espaços populares, são símbolos da efervescência cultural que não exclusivamente obedecem ao status quo, porém conduzem suas trincheiras de forma lúdica, abraçando relações afetivas, comerciais e criativas com todos os passantes e ou habitantes das ruas.

No Brasil das diferenças, das incompreensões, do descaso corriqueiro com aqueles que não obedecem as leis e regras gerais de uma herança viva do patriarcado econômico estrutural, ouvir e dialogar com estes artistas é um estado de manifesto. 

A vida livre e complicada, a educação desestruturada, a economia das exceções não é uma situação exclusiva dos músicos/musicistas das ruas, é uma realidade humana no ano de 2021.

No Manifesto “O Palco é a Rua – A Música nos Espaços Populares”, seus diretores adotam o tom do ouvir e dialogar, compreendendo que nas situações de rua a frase mais audiente é: A polifonia é livre!

Direção: Guilherme Patriota e Laura Sousa

Montagem / Fotografia: Guilherme Patriota

Som: Laura Sousa, Guilherme Patriota, Maércio José, Lucivan Max, Thiago Santos e Wagner Santos

Direção, pesquisa, produção, texto e roteiro: Laura Sousa e Guilherme Patriota Produção executiva: Theia Produtores Associados (Guilherme Patriota e Laura Sousa)

Fotografia, edição e finalização: Guilherme Patriota

Produtores Locais: Maércio José, Lucivan Max e Thiago Santos

Áudio: Laura Sousa, Guilherme Patriota, Maércio José, Lucivan Max, Thiago Santos e Wagner Santos.

Narração: Bruno Lins

Identidade Visual: Adeildo Leite

Assessoria de imprensa: Luma Araújo (Mexe Mexe Comunicação)

Acessibilidade comunicacional: Centrae Acessibilidade Comunicacional

Realização: Theia Produtores Associados; 

Incentivo: Funcultura da Música, Governo de Pernambuco, Secult-PE e Fundarpe.